corrida

Como devemos correr a corrida da fé?

O texto bíblico de Hebreus 12.1b nos diz como podemos fazer isso: “Portanto, deixemos de lado tudo o que nos atrapalha e o pecado que se agarra firmemente em nós e continuemos a correr, sem desanimar, a corrida marcada para nós” (LHJ). Primeiramente, desembaraçando-nos de todo peso. Como assim? Naquela

continue lendo

engano-desonestidade

Desonestidade e autoengano

Integridade, honestidade e transparência são virtudes que exigimos nos outros, mas nem sempre estamos dispostos a oferecê-las. Esperamos que os políticos, colegas de trabalho e cônjuges sejam íntegros, honestos e transparentes, mas nos recusamos a fazer o mesmo. Vivemos como um viciado que aprendeu a negar seu vício; temos nos

continue lendo

refletir

Chamados não nascem prontos

Depois de receber o dom, precisamos esperar em Deus até que Ele nos coloque na posição em que poderemos exercer esse dom em plenitude. Davi foi ungido como rei quando tinha cerca de dezessete anos; porém, só se tornou rei de Israel, de fato, aos trinta anos (2 Sm 5.4).

continue lendo

eagora

Depressão, esquizofrenia, TOC, transtorno de personalidade… E agora?

Cynthia Miranda, psicóloga cristã, foi entrevistada pelo site lagoinha.com. Ela  é formada há 18 anos, se especializou em psicanálise, trabalhou quase oito anos no Hospital das Clínicas, no Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP, especificamente no ambulatório de transtorno de personalidade. Morou em São Paulo durante muitos

continue lendo

judeus-ultraortodoxos

Ultraortodoxos admitem centenas de conversões de judeus ao messias Jesus

Algumas semanas atrás a imprensa divulgou que os líderes haredi (ultraortodoxos) da cidade de Petach Tikva, estavam denunciavam a “atividade missionária” na cidade. A pequena cidade na região central de Israel é governada pelo partido Shas, de linha-dura. A preocupação deles é que os moradores estivessem aceitando o material distribuído

continue lendo

hora-4

Não tenho tempo

A frase acima “Não tenho tempo” parece ter se tornado nossa principal desculpa para programas cancelados, amigos abandonados, livros não lidos, tarefas inacabadas.  E, na verdade, parece-nos que o tempo encurtou para muitas coisas: para pessoas queridas, para desafios, para retomada de projetos. Por que essa sensação de falta de

continue lendo